Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sempre me fez confusão o desrespeito de algumas pessoas pelos animais. Acredito piamente que refletem uma tremenda falta de educação, valores, bondade fundamentais nas pessoas ditas de bem. Não digo que todos temos de ter animais de estimação, não acho que seja fundamental adorar animais, mas, no mínimo dos mínimos, não os maltratar e garantir-lhes cuidados básicos se necessário. Cresci com tartarugas e peixes com os quais não criei uma ligação particularmente relevante, mas aos 17 anos conheci a Maggie, que veio viver connosco após anos e anos de súplicas da minha irmã para termos um cão. E posso afirmar com toda a certeza que há um antes e depois da Maggie. Que a sua energia, alegria, lealdade, amor e mimo são inexplicáveis. Posso jurar que ela entende o que lhe dizemos, que sofre com as nossas ausências e rejubila com a nossa atenção. Que no dia em que lhe descobriram um tumor (graças a Deus curado, e é rezar para que não volte) o meu mundo desabou de uma forma que nunca tinha achado possível ou compreendido nos outros. Há uns dias adotámos uma cadelinha, que só virá para nossa casa aos três meses, mas aguardamos ansiosamente esse dia! Só quem ama os seus animais (parte da família!) sabe do que falo. Portanto perceberão o meu alívio e satisfação em constatar que está prestes a entrar em vigor o novo estatuto jurídico dos animais, reforçando aquilo que todos devíamos fazer por defeito!!! Agora é esperar que se cumpra...

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De Sandra Dias a 05.04.2017 às 19:10

Os direitos de todos os seres vivos devem ser respeitados e haver penas pesadas como houve na Holanda depois de serem aplicadas fortes penas pesadas, e onde é actualmente um dos únicos países onde não há animais abandonados. Mas como no nosso país é tudo atrasado ainda deve demorar algum tempo a ser aplicada a lei a 100% para os defender e para punir as criaturas que só fazem mal e são cobardes que só têm mal dentro delas, e essas criaturas não prestam deviam de ter consequências de pena de morte mas aplicada lentamente para sofrerem na pele o mal que fizeram nesta vida.
Ainda por cima soube ontem que a Provedora dos Animais de Lisboa demitiu-se por não ter condicções, agora quem vai defendê-los?
Eu fico muito revoltada com tudo isto, ainda mais quando perdi o meu anjinho e sofro muito com estas situações, não consigo conceber tanta maldade que há nesta sociedade.
Beijinhos da Sandra.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Instagram




view my food journey on zomato!



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D