Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Escrevo-vos ainda abananada e emocionada com a declaração de amor que acabei de ler (não, não era para mim, melhor, era de um grande grande amigo meu, que finalmente se apercebeu de quem gosta e, graças a Deus, decidiu correr atrás desse grande amor). As suas palavras, directas e sinceras como ele, sem floreados, numa demonstração de amor tão verdadeira (e tão rara nele, e nos homens, , nas pessoas em geral), deixaram-me a pensar em várias coisas. O facto de eu o conhecer há catorze anos e de já o ter acompanhado ao longo de várias relações ajuda-me a entender a importância deste momento, enchendo-me de felicidade por ele. Eu sou all for love, o que mais desejo para mim, família e amigos é muito amor, porque sei que de coração cheio somos felizes. Eu atiro-me de coração, já tive muitas desilusões na vida (relações amorosas e amizades), mas continuei sempre a acreditar, e tenho a sorte de estar numa relação feliz, num casamento feliz! Claro que tenho consciência de que ninguém sabe o amanhã, nada na vida é certo, mas acredito que temos de arriscar. Vejo tanta gente retrair-se para não sofrer, mas acordem, não há vida sem sofrimento, além de que dessa forma também não atingem os 100% como eu e o B costumamos dizer, vivem as suas existências a 60-70% (com sorte) e acomodam-se. Hoje senti orgulho em ver o T finalmente admitir que ama alguém, e perder o medo de se magoar ou de fazer figura de parvo, e arriscar ser feliz. Mais pessoas o fizessem... Mas este acto confirmou-me outra suspeita - é que aqueles que nos magoaram profundamente são os mesmos que vão fazer outra pessoa extremamente feliz, quando efectivamente se apaixonarem. A verdade custa, mas o facto é que simplesmente não gostavam de nós o suficiente. É duro ver alguém que nos tratou mal, ou que não nos tratou bem o suficiente, ser o princípe encantado de outra. Mas acho que todos nós já estivemos nesse papel... Porque gostar a sério de alguém faz toda a diferença, e faz-nos fazer coisas que nunca imaginámos possíveis, ou que chegámos inclusive a criticar nos outros. É muito chato para a pessoa que foi deixada perceber que não era suficiente, mas há que acreditar que vai haver alguém para quem seja muito mais do que suficiente, alguém para quem nós somos perfeitos com todas as nossas imperfeições, alguém com quem tudo acontece naturalmente. Eu tive essa sorte, o T teve essa sorte, muito mais pessoas tiveram essa sorte e muito mais terão, tenho a certeza. No fundo, eu gostava mesmo é que todas as minhas pessoas percebessem o quão fantásticas são, percebessem que merecem os 100%, não se sujeitassem a menos, arriscassem, sofressem mas tentassem novamente, porque quando acontece, vale mesmo a pena, e é melhor do que qualquer coisa que tenhamos sonhado. E que eu esteja cá para vos incentivar e partilhar da vossa felicidade.

 

Ps - e voltei a constatar que me tenho tornado tão mais tolerante e menos crítica, porque a vida não é branco no preto. Não há timings perfeitos, não há timelines estabelecidos, não há socialmente correcto no que toca ao amor. O tempo suficiente entre terminar uma relação e começar outra não está tabelado, é tramado magoar outras pessoas mas muitas vezes não o fazemos por mal, e também muitas vezes não é algo que tenhamos planeado, simplesmente acontece. 

 

72540_564814250225792_1376955985_n.jpg

All you need is love! 

 

 


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Diana a 03.02.2015 às 21:05

Amei o post! Sinceramente tenho feito aquilo que é mais fácil. Optei por não fazer nada exatamente por constatar que os "meus sapos" se tornaram mais tarde os "príncipes encantados" de outras pessoas!

Nem é por achar que sou menos que elas... a minha última grande desilusão foi saber que era exatamente o "demais" para ele e que nenhum de nós saberia lidar com isso. Eu não sou de me contentar com pouco e ele não queria mais do que fato de treino, beber cerveja com os amigos e se resignar a pertencer à lista do Centro de Emprego.

Mas pronto, desabafos à parte o meu príncipe não se tem cruzado no meu caminho, ou sou eu que nem me digno a deixá-lo aproximar-se. É um ponto a mudar. Afinal a vida só faz sentido de coração cheio!

As maiores felicidades para vocês! E obrigada por este post tão inspirador! ;)
Imagem de perfil

De Claudia a 04.02.2015 às 15:37

Obrigada pelo comentário! Parabéns pela coragem de perceberes que não era o que querias, não é fácil, especialmente quando gostamos dos sapos... espero que encontres o teu príncipe rapidamente, nem sempre é fácil nem rápido, da minha experiência é quando e onde menos se espera, literalmente! Ao início nem queremos acreditar, até temos medo, mas é tão bom! Um grande beijinho
Imagem de perfil

De Just_Smile a 03.02.2015 às 21:24

Tenho de concordar com tudo isso. Depois de entrar na relação que tenho presentemente apercebo-me que há muito mais que o preto e branco :) E o amor é realmente sinónimo de muita felicidade!
Imagem de perfil

De Claudia a 04.02.2015 às 15:38

Live and learn :) que continues cada vez mais feliz! Obrigada por me acompanhares!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Instagram

view my food journey on zomato!



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D