Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Sonhos.

por Claudia, em 13.12.14

Os sonhos são uma coisa estranha. Às vezes são tranquilos e maravilhosos, em sítios paradísiacos, com as nossas pessoas favoritas, absolutamente irreais ou baseados em algum acontecimento bom. E aí acordamos leves leves, com um sorriso na cara e prontos para enfrentar o dia cheios de energia. Às vezes estão mais próximos de um pesadelo, relacionando-se com o trabalho, especialmente em alturas de maior stress, ou com algum atrito que tenha havido com alguém, ou com blasts from the past, ou com personagens de terror (sonho frequentemente com zombies, e desde que emigrei para Angola com guerras eminentes, mas eu sou estranha, não liguem!) e aí é uma benção acordar e pensar, ufas, foi só um sonho. Outras vezes também, sonhamos com alguém que nos era muito muito querido e que já não está, e quando acordamos a saudade bate com uma força que já nem nos lembrávamos, porque a verdade é avassaladora - nunca mais teremos aquele abraço ou aquele sorriso de amor e ternura sinceros por nós. Que os sonhos sejam sempre muito mais frequentes. E que eu me lembre sempre que tive muita sorte por ter sido tão mimada. Mimo bom, não mimo que estraga.



Mais sobre mim

foto do autor


Instagram

view my food journey on zomato!



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D