Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A carga de impostos em Portugal....

por Claudia, em 01.09.16

Sempre que me lembro da carga de impostos em Portugal perco a imensa vontade de voltar. Acho um autêntico roubo o que "dava" ao Estado todos os meses. Não sei se vos acontece o mesmo, mas cada vez que olhava para o meu recibo de vencimento e para o total dos descontos, até doía o coração. Tanta coisa que eu podia fazer com aquele dinheiro!!! Verdade que ainda reavia algum quando submetia o IRS, mas mesmo assim, quantas vezes pensei se não seria melhor ficar com o que descontava e investir/poupar, em vez de esperar pela miserável reforma que me aguarda daqui a vários anos, espero. É uma questão bastante complexa, sem dúvida, claro que o Estado patrocina inúmeros serviços públicos importantes (saúde, educação, etc),  claro que muita gente foge e não devia (ou é facilmente perdoada, quando a nós nem um atraso de uma semana no IMI passa em branco, mea culpa), mas também é inquestionável que muito dele é mal aplicado. É incrível não ver que a nossa carga fiscal é demasiado elevada. Bom, é esperar que, pelo menos, a taxa extraordinária desapareça mesmo num futuro próximo, já que é suposto ser isso mesmo, extraordinária...

unnamed.jpg


Mais sobre mim

foto do autor


Instagram

view my food journey on zomato!

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D