Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Típico. #7

por Claudia, em 02.07.15

Acabar uma relação é sempre um drama, claramente pior quando é alguém a acabar connosco! Geralmente, seguem-se uns dias de depressão, mas aos poucos a coisa vai melhorando, a família e amigos ajudam a distrair, a confiança vai crescendo, damos por nós a pensar cada vez menos na outra pessoa e, às tantas, lá surge uma nova que nos faz sentir bem, leves e felizes, e devolve aquela sensação de borboletas na barriga. Eis senão quando, vindo sabe-se lá donde, possuindo não sei que detector, após semanas sem contacto, emerge o/a ex, pressentindo que o seu poder sobre nós diminui consideravelmente a cada dia que passa. Sacanas Malditos! Juro que já vi isto acontecer mil e uma vezes, e hoje voltei a testemunhar (não comigo, atenção B, no worries!). Alguém por favor me explique este fenómeno infernal, que a mim ultrapassa-me. Eu já terminei relações e não senti qualquer urgência em retomar o contacto quando soube que a outra pessoa tinha arranjado alguém, pelo contrário, fiquei feliz e desejei-lhes o melhor! Eu não queria estar com ele, it wasn't meant to be, mas gostava dele e queria que ele fosse feliz, ainda bem que tinha encontrado alguém que gostasse dele como era suposto! Agora se uma pessoa acaba connosco, portanto obviamente não gosta de nós, porque é que sente necessidade de nos vir estragar o esquema e confundir, em vez de seguir com a sua vidinha. E o pior é que muitas vezes estes seres execráveis confusos muitas vezes até já estão com outra pessoa (como no caso que testemunhei hoje) e, mesmo assim, parece que algum demónio os avisa e toca de começar a atazanar o juízo da/do ex com mensagens e telefonemas. Really? E o pior é que se a pessoa não estiver bem resolvida ou tiver um pouco menos de auto-estima ou coragem, ainda cai na esparrela, larga o novo pretendente a achar que vai voltar para o anterior, e fica mas é sozinha! Penso que não é o caso, mas só para relembrar:

 

1. Se o/a ex efectivamente gostasse de vocês nunca teria tido dúvidas/acabado convosco, e muito menos estaria agora com outra pessoa.

2. Se porventura, num momento de loucura, a pessoa efectivamente tivesse terminado e estado com outra pessoa, mas agora soubesse que era um erro e que realmente gostava era de vocês, teria imediatamente terminado a coisa e feito de tudo para mostrar o arrependimento e amor (aqui dependia de vocês aceitar ou não as desculpas...)

3. Se o/a ex acabou convosco e até já anda com outra pessoa, mas ao mesmo tempo não larga o osso, honestamente não é alguém com quem queiram estar, move on people, nas costas dos outros vemos as nossas...

 

Vá, eu admito que faz bem ao ego ter o/a ex novamente atrás de nós, dá-nos uma sensação de justiça divina, mas é só isso!!! Tratem mas é de serem felizes com quem realmente gosta de vocês, vos trata bem e merece. As pessoas tratam-nos como nós as deixarmos tratar... E eu sei que falar é fácil, mas no final isto é para vosso/nosso bem! 


8 comentários

Imagem de perfil

De Inês a 02.07.2015 às 21:50

Por vezes só valorizamos quando compreendemos que, realmente, perdemos. E tantas vezes não queremos e não deixamos outro alguém querer, somos egoístas e nas relações isso é evidente. Faz parte do ser humano, faz parte de nós. Mas algumas pessoas abusam desse egoísmo, claramente.
Imagem de perfil

De As Nossas Voltas a 03.07.2015 às 00:54

Estou completamente de acordo contigo: primeiro temos que ter amor próprio... Pessoas dessas não interessam a ninguém!
Sem imagem de perfil

De Cabanas a 03.07.2015 às 15:57

a palavra "execráveis" em vez de riscada devia estar a bold...

De Anónimo a 24.07.2015 às 12:24

Imagem de perfil

De Claudia a 01.09.2015 às 10:07

Obrigada :)
Imagem de perfil

De The Cherry a 24.07.2015 às 14:59

Aconteceu-me isto durante tanto tempo e agora vejo o quão parva era!

Ele acabou comigo porque dizia que queria espaço. Como eu era super insegura, na altura, fiquei de rastos. Chorei como uma Madalena arrependida durante semanas!

Volta e meia ele lembrava-se de mim e dava o ar da sua graça. Eu, apaixonada ou ainda parva, lá voltava para ele. Durava no máximo uma semana e, às vezes, nem isso.

Como ele nunca tinha estado (oficialmente) com mais ninguém, eu achava sempre que havia esperança para nós. Até porque ele dizia regularmente que continuava a gostar de mim, apenas não estava comigo porque não podia dar-me o que ele achava o que eu merecia. Imagine-se!

Rejeitei alguns relacionamentos que, hoje olhando para trás, também não me iriam fazer feliz, mas tudo por causa dele.

Quando conheci o MC decidi que não o ia deixar estragar tudo de novo! Fui ter como ele e disse-lhe que tinha conhecido alguém. Ele ainda me perguntou se era sério, a lata! Eu, sem ter ainda a certeza se era sério ou não, disse que sim. Estava decidida!

Hoje vejo que foi o melhor que eu fiz. Apaixonei-me realmente pelo MC e o meu ex foi morar para a Suiça.

De vez em quando falamos pelo FB mas já me é indiferente. Hoje sou feliz ao lado do MC! :)
Imagem de perfil

De Claudia a 01.09.2015 às 10:05

Ainda bem que tiveste a lucidez de perceber que o MC valia a pena e a força para largar de vez o outro paspalho! Que sejam muito felizes :)
Imagem de perfil

De The Cherry a 02.09.2015 às 09:03

Sim. Foi um período dificil mas felizmente sei que na hora de tomar uma decisão tomei a acertada.
Hoje, eu e o MC somos muito felizes juntos e, espero eu, é para continuar :D

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Instagram

view my food journey on zomato!



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D